Sociedade Condenada




Pensamento da filósofa russo-americana Ayn Rand  (fugitiva da Revolução Russa, chegou aos Estados Unidos na metade da  década de 1920), mostrando uma visão consternadora e constrangedora sobre a organização social de uma nação:

"Quando  você perceber que para produzir, precisa obter a autorização de quem não produz  nada; quando comprovar que o dinheiro flui para quem negocia não com bens, mas com favores; quando perceber que muitos ficam ricos pelo suborno e por  influência, mais que pelo trabalho, e que as leis não nos protegem deles, mas,  pelo contrário, são eles que estão protegidos de você; quando perceber que a corrupção é recompensada, e a honestidade se converte em auto sacrifício; então  poderá afirmar, sem temor de errar, que sua sociedade está  condenada".