Estrela Cadente


"Foi numa fração de segundos. Mas como o tempo é relativo, parecera ao jovem da janela, um filme em câmara lenta. Uma estrela cadente riscava o pano negro celeste logo em primeiro plano do privilegiado observador.
Todas as mágoas, todas as revoltas, toda raiva contida e congelada se concentraram como contrapeso do pedido proferido no silêncio na noite, como um contrato de risco.
O jovem saiu daquele transe com a grande explosão que se seguiu. A mata, como atacada por bomba incendiária, se iluminava com um grande clarão avermelhado, espantando as sombras da noite."

Estrela cadente