O Kindle 2

Com direito a livro inédito de Stephen King, a Amazon apresentou ao mundo nesta segunda-feira o Kindle 2, a nova versão do seu popular ebook que será lançado no dia 24 de fevereiro, mas já está em pré-venda. O reprodutor eletrônico de livros volta mais fino e elegante e com o mesmo preço de seu antecessor, US$ 359. Com espessura comparável a um lápis, o Kindle 2 tem menos de um centímetro (0,91cm) e pesa apenas 280 gramas. A bateria dura de quatro a cinco dias sem necessidade de recarga, e até duas semanas se a rede sem-fio estiver desligada.
Durante a apresentação do produto, Stephen King anunciou o lançamento de um novo livro, batizado de “Ur”, que sairá exclusivamente no Kindle e tem o aparelho como um dos personagens principais.
A tela do novo ebook da Amazon tem 6 polegadas, assim como a antiga, com resolução de 600 x 800. O novo papel eletrônico, no entanto, traz 16 tons de cinza, contra quatro anteriormente, para garantir um texto mais claro e imagens mais nítidas. Além disso, a tela do utiliza tinta eletrônica, ao invés de backlight, eliminando o cansaço na vista causado pelas telas eletrônicas tradicionais.
Com 2 GB de memória, o Kindle 2 pode armazenar até 1.500 livros de uma só vez. Além disso, a Amazon garante um backup de cada livro comprado, que pode então ser apagado e baixado novamente através da rede sem-fio a qualquer momento. O aparelho traz embutido o New Oxford American Dictionary, com 250 mil palavras da língua inglesa.
O Kindle 2 traz a função experimental “Text-to-Speech” que converte as palavras do texto para a língua falada, dando aos usuários a opção de ler ou ouvir seus livros.
A nova versão do ebook continua utilizando um sistema de download por rede sem-fio que permite que os livros sejam baixados em menos de um minuto sem nenhum custo para o usuário. O serviço, infelizmente, só funciona nos EUA.
O Kindle é o ebook mais popular do mundo, tendo vendido cerca de 500 mil unidades, segundo analistas. Já são mais de 230 mil livros disponíveis, a maioria a US$ 9,99, assim como diversos livros e revistas e mais de 1.200 blogs.
O maior problema do Kindle, no entanto, é a incapacidade da Amazon de manter o produto disponível em suas “prateleiras”. A primeira versão do e-book está esgotada há meses. A pré-venda da nova versão já começou, e quem tem um aparelho antigo encomendado receberá o modelo atual.