Dica para Autores - Parte II


Com mais de 75 mil livros publicados todo ano (sem contar e-books ou blogs), as chances de você ter escrito, estar escrevendo ou querer escrever um livro são bem grandes.
Por isso esta pequena lista:

1. Reduza suas expectativas. Os autores mais felizes são aqueles que não esperam muito.

2. O melhor tempo para começar a promover o seu livro é três anos antes de ser lançado. Tempo para construir uma reputação, uma permissão de qualidade, um blog, seguidores, credibilidade e relações que você irá precisar depois.

3. Profissionalize seu livro. Não só para corrigir os erros de digitação, mas realmente para transformar a sua obra em alguma coisa que as pessoas queiram ler. Contratar os serviços de uma editora significa que você valoriza mais o processo.

4. Entenda que um livro de não ficção é um souvenir, apenas um recipiente para as próprias idéias. Você não quer que estas idéias fiquem presas no livro… você quer que elas se espalhem. O que significa que você não deve reter a idéia. Quando mais você distribuir, melhor você fará.

5. Não tente vender o seu livro para todo mundo. Primeiro, considere isto: “58% da população adulta dos Estados Unidos, por exemplo, nunca lêem outro livro depois do ensino médio.” Depois, considere o fato de que entre as pessoas, mesmo as dispostas a comprar um livro, o seu é somente uma agulha dentro de um palheiro. Muito melhor ficar obcecado com um subconjunto do mercado – aquele em que você tem permissão para falar, onde você tem credibilidade, e mais importante, aquele onde as pessoas simplesmente não podem viver sem o seu livro.

6. Pense muito antes de gastar um ano tentando agradar uma pessoa em Nova York para ter o seu livro publicado por uma editora “de verdade”. Você desperdiça um monte de tempo, de sanidade e perde o controle de como o seu livro se parece e como é promovido. Tente descobrir como publicar de forma eficiente um livro brilhante que se espalhe rápido entre um grupo pequeno e selecionado. A internet está aí para isso!
7. Sua capa importa. Muito mais do que você imagina. Se não importasse, você não precisaria de um livro, poderia somente enviar um e-mail para as pessoas com o texto.

8. Menções em blogs importam muito.

9. Considere a alternativa de um e-book em formato PDF seguro. Alguns têm milhões de downloads. Sem aborrecimentos, tempo desperdiçado e sem tentar ganhar a vida com isto. Toda a alegria, em outras palavras, sem debater se você deve parar o seu trabalho do dia (você não deve!).

10. Se você quer alcançar pessoas que normalmente não compram livros, apareça em lugares em que elas estão. Mídia, lugares virtuais e lugares reais também.

11. Escrever um livro é uma tremenda experiência. Vale a pena intelectualmente. Clareia a sua mente. Constrói credibilidade. É um motor que vive do marketing e da propagação da idéia, trabalhando todo dia para entregá-la com autoridade. Você deveria escrever um.