Ministra da Cultura anuncia R$ 373 milhões para estimular leitura


BRASÍLIA - A ministra da Cultura, Ana de Hollanda, anunciou nesta segunda-feira que a pasta investirá R$ 373 milhões, este ano, em ações para fomentar a leitura, incluindo a construção e reforma de bibliotecas e a instalação de telecentros nessas bibliotecas.
Ao todo, de acordo com o ministério, serão desenvolvidos 42 projetos para promover o livro, a leitura, a literatura, as bibliotecas e a criação e a difusão da literatura brasileira.
A coordenação das ações será da Fundação Biblioteca Nacional (FBN).
A maior parte dos recursos - R$ 254 milhões - será destinada à implantação e reforma de bibliotecas. Segundo o ministério, haverá investimentos também na ampliação dos acervos e na formação de bibliotecários e funcionários de 2.700 bibliotecas municipais e comunitárias, em 1.500 municípios de todos os estados.
As ações fazem parte do Plano Nacional do Livro e Leitura (PNLL). Haverá desembolso também para feiras literárias, contratação de mediadores de leitura e concessão de bolsas para escritores.
Será lançada ainda uma coleção com 100 obras clássicas brasileiras no formato e-book, para bibliotecas digitais.
Ana de Hollanda disse que a leitura precisa ser cultivada para além dos muros da escola:
- Um brasileiro que lê cresce mais e o Brasil cresce junto - disse Ana de Hollanda.